O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI), autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação (MEC), através da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC), Instituição de ensino criada, em dezembro de 2008, a partir da transformação do Centro Federal de Educação Tecnológica do Piauí (CEFET-PI), ex-Escola Técnica Federal do Piauí (ETFPI). A história no instituto Federal do Piauí iniciou no século passado.

  • Criado em 1909, pelo então presidente, Nilo Peçanha, como Escola de Aprendizes Artífices, localizada em Teresina, instalando-se inicialmente no bairro Pirajá.
  • Posteriormente foi transferido para um velho casarão situado na Praça Pedro II, onde recebeu o nome de Liceu Industrial de Teresina em 1934.Cognominado, em seguida, Escola Industrial de Teresina em 1942.
  • Em 1938, constituiu-se a nova sede da Escola, onde ainda hoje permanece, ampliada ao longo desses anos, na Praça da Liberdade. Em 1966, passou-se a chamar Escola Industrial Federal.
  • Em 1967, foi levada à categoria de Ensino Técnico do 2º grau, passando a se chamar Escola Técnica Federal do Piauí.
  • Em 1994, foi autorizada a transformação em Centro Federal de Educação Tecnológica do Piauí, pela Lei nº 8.948/94, que se efetivou em 22 de março de 1999, com a assinatura do Decreto autorizativo pelo Presidente da República Fernando Henrique Cardoso.
  • No final de 2008 o Centro Federal de Educação Tecnológica do Piauí foi transformado no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí através da Lei nº 11.892 de 29 de dezembro de 2008, composto pelos Campi de Teresina-Central, Teresina-Zona Sul, Floriano, Picos, Parnaíba, Angical, Uruçuí, Corrente, Paulistana, São Raimundo Nonato e Piripiri.

  Através do Programa de Melhoria do Ensino Técnico (PROTEC), em 1994, construiu-se a Unidade de Ensino Descentralizada de Floriano (UNED/Floriano) que era, na época, uma extensão do CEFET/PI na cidade de Floriano, em instalações amplas e adequadamente projetadas para abrigar uma educação tecnológica da melhor qualidade. Foi autorizada a funcionar pelo então Ministro da Educação e do Desporto, Murílio de Avellar Hingel, através da Portaria nº 934 de 16 de junho de 1994, sendo inaugurada oficialmente em 16 de agosto de 1994.

  Com a transformação do CEFET/PI em Instituto Federal do Piauí, a UNED/Floriano passa a ser um denominada de Campus Floriano, que hoje se constitui como um pólo educacional oferecendo Educação de qualidade a estudantes de quase cinqüenta municípios do Nordeste do Brasil.

  O Campus Floriano, situada numa área de 44.000 m², ministra os cursos técnicos na modalidade Integrado, Subseqüente/Concomitante e Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos (PROEJA) nas áreas de Construção Civil (curso de Edificações), Indústria (curso de Eletromecânica) e Informática (curso de Informática), bem como os cursos superiores de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (TADS) e de Licenciatura em Ciências Biológicas e em Matemática.